Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Vaticano’ Category

Apesar da paulatina ascensão social, apenas após a consagração do tango na Europa, é que se deu sua verdadeira inserção na sociedade bonaerense. No verão de 1910, alguns marinheiros desembarcaram o tango na praia francesa de Deuville, o qual rapidamente conquistou as altas rodas francesas como uma dança exótica, vinda da América do Sul, cheia de sensualidade, arrebatamento e, rapidamente, tornou-se um modismo incontrolável.

Apesar da reação da imprensa, que o considerou escandaloso e imoral, o tango e o frisson que causava espalhou-se pela Europa, causando tamanha polêmica, que, por fim, o Vaticano decidiu intervir e o Papa Pio X ordenou que a “dança pecaminosa” fosse executada em sua presença. Sua Santidade apreciou os firuletes, cortes e quebradas executados por Casimiro Ain, el “Vasco” e sua pareja e absolvendo o tango de sua mácula prostibulária, a partir do que a elite européia aderiu a ele com entusiasmo e, por fim, a alta classe argentina viu-se obrigada a aceitar o tango em sua terra natal.



 
Casimiro Ain

Segundo Helio de Almeida Fernandes, “… A elite argentina se confunde entre a perplexidade e um vago sentimento de orgulho por fazer parte daquele produto que ela mesma vilipendiava, por sua origem maleva. Em1913, um certo barão de Marchi organiza uma festa no Palais de Glace, em Buenos Aires, para “apresentar” o tango à alta sociedade portenha. É claro que isto não passava de uma hipócrita comédia. Desde muitos anos, jovens e adultos bailavam o tango nos prostíbulos e nos bailongos.”
(FERNANDES, Helio de Almeida. Tango, uma possibilidade Infinita.Rio de Janeiro : Bom Texto, p.69.)

Read Full Post »